Publicações

4 vantagens da regulamentação da telefarmácia

Emissão de laudos clínicos; 

Avaliações de especialistas com exames feitos na própria farmácia; 

Maior interação entre pacientes, médicos e farmacêuticos;  

Acompanhamento e orientações de pacientes realizados por farmacoterapêuticos, quando não houver necessidade de atendimento médico. 

A regulamentação que prevê a prática de telefarmácia foi aprovada pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF). 

A normativa autoriza os serviços de farmácia clínica, isto é, “área da farmácia voltada à ciência e prática do uso racional de medicamentos, na qual os farmacêuticos prestam cuidado ao paciente, de forma a otimizar a farmacoterapia, promover saúde e bem-estar e prevenir doenças”. 

O que muda com essa nova regulamentação? 

A telefarmácia diz respeito à prestação de cuidados farmacêuticos e serviços de assistência à saúde a distância, realizada por meio de videochamadas, telefone ou chat, a fim de que os pacientes possam tirar suas dúvidas sobre a farmacoterapia e reações adversas a medicamentos. Com a aprovação da nova resolução desses serviços, uma série de atividades será viabilizada de forma fácil, rápida e segura.

Podemos te ajudar?

Envie seu caso

Envie sua dúvida